Europa, Século XXI: Filosofia e Ciências Sociais
Cultura Actual e Pensamento Critico

MASTER - TÍTULO PRÓPRIO DA UNIVERSIDADE COMPLUTENSE MADRID

DE | EN | ES | FR | IT

APRESENTAÇÃO

ANTECEDENTES | OBJETIVOS | CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR | TITULAÇÃO, DURAÇÃO E LÍNGUAS | RESUMO | LISTA DE ESTABELECIMENTOS DE ENSINO SUPERIOR | DIPLOMA A EMITIR | CRITÉRIOS DE ADMISSÃO | SUPORTES TÉCNCOS E EDITORIAIS

ANTECEDENTES. - Desde do curso 2001/02, o Grupo de Investigação "Theoria, Projeto Crítico de Ciências Sociais" (Ref. UCM 940052 - Direção Geral de Universidades e Investigação, Consejería de Educação da Comunidade de Madrid 1391) vem dando Cursos de Formação e Pós-graduação na Universidade Complutense de Madrid sob o título genérico de "Europa, Fin-de-Siècle: Pensamento e Cultura". Os resultados obtidos aconselham a assegurar a mesma oferta de investigação académica, ampliando os seus horizontes geográficos e actualizando os seus temas de análise.

OBJETIVOS. -  A formação das minorias dirigentes, numa sociedade hiper-complexa, interconectada e mutante, passa pelo conhecimento de matérias básicas relativas à ordem social, cultural, política e jurídica. Tal conhecimento deve produzir-se, pois, num contexto multi e transdisciplinar, contexto em que as Humanidades e as Ciências Sociais e Jurídicas serão obrigatoriamente chamadas a colaborar. O dado factual central da presente pós-graduação consiste em aceitar que, nos últimos trinta anos, emergiu uma nova forma de cultura (identificada com a pós-modernidade, ainda que não necessariamente com a filosofia pós-moderna) que requer um novo esforço de interpretação e de compreensão. O objectivo das Humanidades e das Ciências Sociais foi, desde sempre, levar a cabo a tarefa de conhecer e criticar os conteúdos e manifestações do meio social em que habitam, bem como, eventualmente, de inovar nos problemas aí emergentes. Pois bem, para o cumprimento deste objectivo torna-se necessário formar pessoas que, não tanto pelos motivos acima ditos e em razão da sua especialização, mas mais pela capacidade que o referido conhecimento lhes confere na hora de decidir em matérias novas do âmbito social e político, se encontrem em condições de enfrentar tal tarefa, utilizando para isso critérios multifactoriais de análise da realidade.

CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR. - As decisões humanas são tomadas em contextos de incerteza. A optimização da estratégia implica avaliações por critérios múltiplos. E é difícil conhecer a totalidade de factores que configuram as situações de acção e, mais ainda, as relações existentes entre esses factores, quase todos sociais e culturais. Este programa tende a fornecer as competências que permitem interpretar as situações de acção na sociedade contemporânea, situando-as num contexto ao mesmo tempo amplo e inteligível. O resultado desta aprendizagem é o desenvolvimento das capacidades necessárias para a tomada de decisões de alto nível, com o nível de reflexividade que requer a acção na realidade social contemporânea.

Os conhecimentos e competências gerais a adquirir no conjunto desta titulação podem, portanto, resumir-se da seguinte maneira: os estudantes de pós-graduação adquiririam uma formação superior, homologável em qualquer espaço da União Europeia, bem como conhecimentos específicos de técnicas de desenvolvimento dos referidos conhecimentos no mercado académico, cultural e laboral.

Os conhecimentos e competências específicos seriam: Uma leitura sistemática das fontes do pensamento crítico europeu, das determinações históricas que o foram gerando, bem como dos sucessivos, particulares e recíprocos registos em cada uma das ciências sociais e das correspondentes práticas a que obriga. O estudante de pós-graduação que curse o presente master ficaria habilitado como profissional dos discursos pertinentes à disposição dos actores institucionais ou particulares que procurem os seus serviços.

O título que se propõe será um complemento interdisciplinar muito valioso para os programas de pós-graduação desenvolvidos a partir de cada um dos graus oficiais. Escoramo-nos, por isso, nessa norma, ou cânone, em virtude da qual um determinado corpus e prática científica se classifica actualmente como ciência social. No nosso caso, este escoramento é facilitado pelos blocos temáticos que o Grupo de Investigações propôs.

TITULAÇÃO, DURAÇÃO E LÍNGUAS. – O título a obter é o Mestrado, em conformidade com o regulamento europeu vigente e o seu desenvolvimento e aplicação em cada um dos correspondentes estados; a duração fica fixada em dois cursos académicos (quatro semestres); quanto às línguas, serão as oficiais das correspondentes universidades (espanhol, português, francês, italiano e alemão). O consórcio seleccionará um máximo de 100 estudantes a distribuir entre as instituições universitárias membros da rede, o que supõe uma ratio média de 20 alunos / turma.

RESUMO.- No que diz respeito ao conteúdo do Mestrado, o seu programa desenvolve-se a partir dos seguintes blocos temáticos: I ANO: 1) Filosofia: Racionalidade e Pragmática; 2) Para uma história do pensamento crítico contemporâneo: (I) Teoria Crítica; 3) (II) Pós-modernidade crítica; 4) Sociedade Aberta, Política e Estado. II ANO: 5) Filosofia: Teoria crítica de ciência; 6) Economia: Globalização, gestão capitalista e pensamento crítico; 7) Valores éticos e codificações jurídicas; 8) Sociedade pós-moderna: Europa, espaços de convivência democrática. Para completar a formação prevista, articulam-se sucessivos Módulos Optativos, que são contabilizados como ensino prático.

LISTA DE ESTABELECIMENTOS DE ENSINO SUPERIOR. -  As Universidades que participam são: ES: Universidade Complutense de Madrid; PT: Universidade de Lisboa, Universidade de Coimbra, Universidade do Porto; FR: Université Aix-Marseille III, Université Lille I; DE: Humboldt Universität zu Berlin, Universität Hannover; IT: Università degli Studi dei Firenze. Cada uma destas instituições estará habilitada para dar parte ou a totalidade do programa; os alunos têm de cursar um mínimo do 30% da carga lectiva numa ou várias universidades diferentes da sua.

DIPLOMA A EMITIR. -  ES: Master em "Europa, Século XXI: Filosofia e Ciências Sociais". PT: Master em "Europa, Século XXI: Filosofia e Ciências Sociais". FR: Master em "Europe, XXIe Siècle: Philosophie et Sciences Sociais".  DE: Master em "Europa 21. Jh.: Philosophie und Sozialwissenschaften". IT: Master em "Europa, Secolo XXI: Filosofia e Scienze Sociali". Até que as correspondentes legislações estatais se incorporem plenamente no regulamento europeu, cada uma das universidades integrantes outorgarão paralelamente os títulos reconhecidos nos seus próprios estados. Até lá, no caso da UCM, o Mestrado terá categoria de Título Próprio, reconhecido como Master pelo resto das instituições do consórcio.

CRITÉRIOS DE ADMISSÃO. - Os contemplados nas diversas legislações para cursos de pós-graduação.

SUPORTES TÉCNICOS E EDITORIAIS.- O projecto dispõe de um espaço web específico, http://www.ucm.é/info/eurotheo e http://www.theoria.org, em onde se publicitam os materiais que as suas equipas vão produzindo e, especialmente, os seus órgãos próprios de expressão, a saber, a) o "Dicionário Crítico de Ciências Sociais" e b) "Nômades, Revista Crítica de Ciências Sociais e Jurídicas", ambos publicações electrónicas da UCM e ofertas tecnológicas da Comunidade de Madrid.

 
THEORIA | PROYECTO CRÍTICO DE CIENCIAS SOCIALES - GRUPO DE INVESTIGACION UCM
Der Zeit ihre Kunst, der Kunst ihre Freiheit - À Época sua Arte, à Arte sua Liberdade